Porto Velho é a segunda pior capital do Brasil para se viver, ficando atrás apenas de Macapá (AP).

Léo Moraes pede ao Governador mais infraestrutura para Porto Velho

Segundo estudo da consultoria Macroplan, divulgada pela revista Exame, Porto Velho é a segunda pior capital do Brasil para se viver, ficando atrás apenas de Macapá (AP). A capital rondoniense ficou com um índice de 0,470 - quanto mais próximo de zero, pior é a condição de vida ano local.

Diante desses dados, o Deputado Léo Moraes se reuniu com o Governador Confúcio Moura para solicitar mais projetos para cidade. “Precisamos voltar nossos olhos para Porto Velho, elaborando estratégias em todos os segmentos como infraestrutura, saneamento básico, segurança, saúde, educação e cultura.” Afirmou o parlamentar. 

Na ocasião, o Governador e o Deputado fizeram uma avaliação sobre como Porto Velho se encontra. Em diversos pontos da cidade, é possível deparar com valas, buracos e estradas de chão. Léo destacou que “com a carência desses serviços básicos, a população sofre e não tem qualidade de vida. Além disso, a cidade não se desenvolve e não progride.”.

O Governador Confúcio Moura se comprometeu em realizar ações específicas de infraestrutura para Porto Velho. Investindo em maquinários, equipamentos e mão de obra para oferecer condições mais adequadas aos portovelhenses.

“Eu agradeço o empenho e a compreensão do Governador Confúcio Moura. O Governo do Estado tem meu apoio nos projetos para mudar a realidade de Porto Velho e fazer da nossa capital, uma das melhores de se viver. É assim que devemos trabalhar juntos por um só propósito.” Concluiu o Deputado.

Fonte: ASSESSORIA

Comentários: