Restaurante self-service também tem piscina para quem quiser. Ao todo, 11 redes são oferecidas aos clientes de segunda a sábado em Porto Velho.

Dona de restaurante em Rondônia inova e oferece 'redário' para clientes dormirem após o almoço

Porto Velho,RO - Tirar uma soneca após o almoço, tomar um banho de piscina para relaxar depois daquele prato de comida gostoso. Quem é que nunca quis parar um pouquinho antes de retomar o trabalho nos dias agitados? Pensando nisso, a empresária Maria Zenilda, de 53 anos, conhecida como Zezé, oferece aos clientes do seu restaurante em Porto Velho um 'redário'. Em um local fresco do restaurante ela estica 11 redes que os clientes podem usar para tirar 'aquele cochilo'.

No ramo alimentício há oito anos, Zezé há um mês resolveu inovar e após mudar seu restaurante de endereço passou a oferecer descanso e lazer para os clientes, com redes e piscina para quem quiser aproveitar as horinhas de almoço.

Clausbergue Silva usa a rede por 40 minutos sempre que vai ao restaurante de Zezé (Foto: Hosana Morais/G1)

Segundo a empresária, alguns dos pratos são nordestinos e consequentemente ela possui alguns clientes da região Nordeste e ela conta que a partir deles é que surgiu a ideia das redes. "Eu sempre servi buchada de bode e alguns clientes sempre falavam para mim: 'olha, depois desse prato, só faltou uma rede para gente descansar'. Mas eu falava que não tinha local e que não podia oferecer", diz Zezé.

Depois de alguns anos no mesmo local, a empresária mudou de endereço e achou o espaço que tanto precisava. "Há um mês eu mudei e assim que conheci a casa eu pensei: 'vou colocar umas redes aqui e vou fazer um diferencial'. Então fui na loja e comprei sete redes. Quando os clientes chegaram eles ficaram admirados e gostaram da novidade", explica.

Comida caseira é oferecidade de segunda a sábado, o próprio cliente e quem se serve (Foto: Hosana Morais/G1)

Atualmente a Zezé possui 11 redes, quatro a mais que no início, que estão espalhadas pela varanda e por dois quartos, mas ela não pretende parar por aí. "Meu investimento inicial foi de R$ 700, mas até o fim do mês quero estar com 15 redes, pois a procura no restaurante tem aumentado. Espero que minha renda aumente em 100%", disse Zezé.

Ela também oferece outros atrativos para os clientes. "Como aqui tem piscina, também passei a oferecer o espaço caso alguém queira se refrescar. Temos ainda um banheiro para os clientes trocarem de roupa ou tomar um banho", conta.

Piscina também é uma das opções oferecidas pela empresária em Porto Velho (Foto: Hosana Morais/G1)

Os preços da alimentação variam de R$ 15 a R$ 25 e quem serve o próprio prato é o cliente. O contator Clausbergue da Silva é cliente há algum tempo da empresária. "Quando ela anunciou a novidade eu vim correndo, e depois do almoço eu preciso dar uma descansada, chego a ficar uns 40 minutos deitado aqui na rede, e isso me ajuda muito já que eu não consigo ir para casa", declara Silva.

Para Zezé, receber os clientes na porta e fazer a comida com o coração é essencial. "Quando dá umas 10h30 já me arrumo e começo a esperar os clientes para o almoço, eu desejo que eles se sintam em casa e saboreiem a minha comida, afinal, são diversas opções todos os dias", finaliza Zezé.

Redes começaram a ser oferecida há um mês, após troca de endereço do restaurante (Foto: Hosana Morais/G1)

Fonte: G1/RO

Comentários: